Vitória também ajudou na afirmação de João Mário

O primeiro título da Selecção Nacional Portuguesa contou com a impressão digital da região. Cédric Soares, nascido na Alemanha há 24 anos, mas residente desde tenra idade em Montijo, foi um dos 23 jogadores medalhados pela inédita conquista da turma das Quinas. O jovem lateral alinhou de início nos últimos quatro encontros da formação orientada por Fernando Santos, contabilizando um total de 420 minutos, durante os quais encarrilou Portugal pelo corredor direito.

Depois de todo um percurso futebolístico ao serviço do Sporting – tendo evoluído, já como sénior, na Académica de Coimbra, por empréstimo dos leões, durante uma temporada –, o montijense transferiu-se para o Southampton, onde na última época participou em 27 jogos dos Saints na Premier League.

Além do precioso contributo de Cédric, a região de Setúbal deu ainda um outro dedinho de ajuda através do trabalho realizado pelo Vitória de Setúbal com o jovem João Mário, também das escolas leoninas. O médio da turma de Alvalade, recorde-se, esteve emprestado pelos verdes e brancos aos sadinos, onde evoluiu e iniciou a sua afirmação enquanto sénior, já com a época 2013-2014 em curso, somando 16 aparições pela formação do Bonfim.