A lista de candidatos da Coligação Democrática Unitária (CDU) pelo círculo eleitoral do distrito de Setúbal às próximas eleições legislativas mantém nos primeiros lugares os deputados que a coligação elegeu pela região há quatro anos. Francisco Lopes, que já tinha sido anunciado como cabeça-de-lista é seguido, na lista de candidatos, por Paula Santos, Heloísa Apolónia e Bruno Dias. Esta primeira parte da lista mantém os nomes, a divisão entre o Partido Comunista Português (PCP), com três candidatos, e o Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), com um, assim como a paridade, dois homens e duas mulheres.

No quinto lugar da lista surge Rui Higino, antigo presidente da Junta de Freguesia do Sado, em Setúbal, e funcionário da Portucel. Como quinto candidato, numa região em que a CDU elegeu quatro deputados em 2011, Rui Higino vai ter perspetivas de vir a ser eleito. Não apenas porque o número de mandatos no círculo eleitoral de Setúbal aumenta de 17 para 18, por força do número de eleitores, mas também pelo possível crescimento eleitoral da coligação, como aconteceu recentemente nas eleições locais.

Nas autárquicas de 2013, a CDU foi a maior surpresa eleitoral no distrito de Setúbal, com um crescimento muito significativo de mandatos conseguidos e autarquias conquistadas, sobretudo ao Partido Socialista (PS). Margarida Botelho, funcionária do partido, e José Lourenço, economista, são os nomes que seguem na lista, em sexto e sétimo lugares, respetivamente. Até ao 8º lugar todos os candidatos são militantes comunistas ou d’ “Os Verdes”.

O primeiro independente da lista é Manuel Rocha, que surge na nona posição. O mandatário é Alfredo Monteiro, antigo presidente da câmara do Seixal e atual presidente da assembleia municipal do Seixal.

A lista da CDU vai ser publicamente apresentada hoje à noite, num comício na Praça da Portela, no Laranjeiro, em Almada. O encontro, marcado para as 21h30, vai ter como oradores Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, e os candidatos Francisco Lopes (PCP) e Heloísa Apolónia (PEV).