A antiga atleta do Belenenses Georgette Duarte, campeã nacional dos 100, 200, salto em comprimento e salto em altura, morreu na sexta-feira, aos 89 anos, com a autarquia a considerar que foi “um exemplo no atletismo e no desporto feminino”.

Georgette Duarte, que nasceu na Moita, em 1925, representou o clube do Restelo entre 1948 e 1958 e foi detentora do recorde nacional dos 200 metros entre 1949 e 1960.

Conhecida como a ‘Gazela de Belém’, Georgette Duarte sagrou-se oito vezes campeã nacional dos 100 metros, quatro dos 200, nove do salto em comprimento e três do salto em altura.

“Entre 1944 e 1958, Georgete Duarte foi vista como um exemplo do atletismo português e do desporto feminino. Foi precisamente entre os anos 40 e 50, que Georgete Duarte foi considerada a melhor atleta portuguesa, com 46 títulos nacionais em dez especialidades diferentes”, refere a autarquia.

Em 2007, a Câmara Municipal da Moita agraciou-a com a Medalha de Honra do Município.