Montiijo recebeu a realização do VII Congresso Nacional de Bonsai, que teve lugar no Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida, a 24 e 25 de Outubro. O evento, organizado pela Federação Portuguesa de Bonsai, incluiu uma exposição de exemplares Bonsai, aberta ao público.
“Trabalhar na cultura do bonsai significa empreender numa jornada onde a experiência, o conhecimento, a inspiração, a simplicidade, a sobriedade e o equilíbrio são valores permanentes”, disse o presidente da Câmara, Nuno Canta, no decorrer da inauguração do evento.
O congresso contou com exemplares vindos um pouco de todo País, incluindo espécies tão diversas como “a oliveira, a macieira, o pinheiro, o junípero, o buxo, o rosmaninho, o ulmeiro, o cedro, a carpinus, a zelkova, a photinia, entre outras”.
 A mostra ao público englobouo ainda cerâmica de autor, como os vasos para Bonsai dos ceramistas Miguel Neto e Josiane Rodrigues e o Ikebana, arte floral japonesa, com a presença da associação Ikebana International, que realizou uma exposição da sua arte em peças do ceramista Miguel Neto e com o patrocínio da Florineve, realçando a marca Flores do Montijo.