Ricardo Lopes Pereira

André Claro chegou no início da época ao Bonfim e já cimentou o estatuto de uma das principais referência do Vitória. Anteontem, no reduto do Moreirense, o jogador, que na temporada passada representava o Arouca, inaugurou o marcador frente aos nortenhos no triunfo (0-2) que permitiu aos sadinos ascenderem à 6.ª posição do campeonato.

Com cinco golos apontados nas primeira oito jornadas da prova, os mesmos que o seu colega de equipa Suk, o extremo reforçou o estatuto de melhor marcador português da I Liga de futebol. À mão cheia de golos, que colocam André Claro no pódio dos artilheiros do campeonato – apenas superado pelo benfiquista Jonas (sete golos) e pelo sportinguista Sliomani (seis) –, o sadino junta o golo apontado com o Coruchense na Taça de Portugal.

Tal como o sul-coreano Suk, Claro é responsável por 31 por cento dos golos apontados pelo Vitória esta época. Com os 16 tentos apontados em oito jornadas [a dupla fez 10 desses golos], a equipa de Quim Machado regista uma média de dois por partida. Apenas o líder Sporting, com 17 golos facturados, mostrou mais pontaria numa lista em que os sadinos apontaram o mesmo número de golos que FC Porto e Benfica (águias têm um jogo a menos).

Apesar do bom desempenho dos setubalenses, André Claro refreia o entusiasmo em torno da posição que a equipa ocupa na tabela. “A classificação não nos diz muito, diz-nos o trabalho que temos feito e estamos muito orgulhosos do que temos feito. A permanência é o nosso objectivo e vamos tentar alcançá-la o mais rápido possível, depois veremos”, sublinhou após o êxito em Moreira de Cónegos.

Quanto à boa exibição da equipa diante do Moreirense, o jogador garante que nunca esteve presente no espírito do grupo um sentimento de vingança por terem sido eliminados pelo adversário da Taça da Liga na passada quarta-feira. “Esta é a nossa maneira de jogar. Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para vencer e, depois de conseguirmos estar em vantagem, tudo ficou mais fácil”.

Após a folga concedida ontem pelo treinador Quim Machado, o Vitória começa hoje, pelas 11 horas, no Estádio do Bonfim, à porta aberta, a preparar a recepção ao Arouca. A partida com os arouquenses, que seguem na 9.ª posição com 11 pontos, está agendada para as 16 horas de domingo. O duelo entre os dois emblemas marca o reencontro de André Claro com a sua antiga equipa.