Necessidade de pavimentação, de reparação de calçadas e de colocação de placas toponímicas foram os principais problemas detectados durante a segunda parte da visita da maioria socialista do executivo camarário à União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro. O périplo, que já sido iniciado com uma primeira visita à freguesia montijenses, teve lugar no passado dia 10, com o presidente da Câmara, Nuno Canta, a liderar a comitiva composta ainda por autarcas do executivo da Junta local.
De acordo com a Câmara Municipal, “a visita detalhada aos bairros da Calçada, da Barrosa, do Mouco, da Liberdade, do Esteval e do Areias” serviu para verificar “in loco” os problemas existentes nos referidos locais, como  “a necessidade de intervenções ao nível dos pavimentos, reparação de calçadas, colocação de placas toponímicas e outras pequenas intervenções”.
A comitiva, que contou também com a presença do presidente da Junta da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro, Fernando Caria, e restantes elementos do executivo da freguesia, observou também a obra do novo supermercado Pingo Doce, junto ao Bairro da Liberdade.
Da parte da tarde, os autarcas visitaram a Associação Caminho do Bem Fazer, no Bairro do Esteval, “para aferir as necessidades desta instituição de solidariedade social que presta apoio a mais de 600 pessoas através de diversas valências: apoio alimentar, lar de idosos, centro de dia e infantário”.
A direcção da Associação Caminho do Bem Fazer realçou a necessidade de “intervenções na sala polivalente do infantário, a colocação de pavimento mais adequado à utilização por parte das crianças no pátio exterior e a reparação da cobertura para impedir infiltrações em algumas zonas do edifício”.
Nuno Canta “comprometeu-se a colaborar com a associação na reparação da cobertura e na elaboração do projecto de segurança do edifício”. A terceira e última parte da visita à União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro está agendada para dia 30 de Novembro, na zona do Afonsoeiro.