A Assembleia Municipal de Sines aprovou na segunda-feira, por unanimidade, uma moção apresentada pela CDU a exigir à administração da Rodoviária do Alentejo a reabertura imediata do terminal da empresa de transportes na cidade.

O documento solicita ainda que a Câmara Municipal de Sines “pressione a administração da empresa” para o cumprimento do teor da moção e ainda que a autarquia se “solidarize à população e utentes de Sines pela reabertura do Terminal Rodoviário de Sines”.

O Terminal Rodoviário, pode ler-se no texto da moção, “é o único local em Sines onde se pode efectuar a compra de bilhetes da Rede Expresso, tal como o único local em Sines onde os utentes podem ser informados dos horários das carreiras locais, além de ser o local de abrigo de espera dos utentes”. Recentemente o foi encerrado, “porque o agente que garantia o funcionamento do terminal deixou de exercer essa função”. A Rodoviária do Alentejo, lembra ainda a CDU na moção, “afirmou a vários órgãos de Comunicação Social a reabertura do Terminal Rodoviário de Sines para o passado dia 16 de Novembro”, situação que não se concretizou, continuando o terminal encerrado “sem que qualquer explicação seja dada”.

A moção será enviada pela Assembleia Municipal ao Presidente da República, ao Presidente da Assembleia da República, ao primeiro-ministro, ao ministro do Ambiente e aos Grupos Parlamentares da Assembleia da República.