O mar, em todas as suas vertentes, vai estar em destaque de 20 a 27 de Setembro, em Setúbal. A semana dedicada ao mar está repleta de várias iniciativas, como seminários, baptismos de mar, exposições, um festival gastronómico, regatas de cruzeiros e visitas a navios, que abrem a cidade ao rio.

“A abertura da cidade ao rio tem sido uma das inspirações do trabalho que, nos últimos anos, temos feito para Setúbal”. Foi desta forma que a presidente da Câmara Municipal de Setúbal deu início à conferência de imprensa de apresentação da Semana do Mar, que se realiza entre 20 e 27 deste mês. Sublinhando que “hoje Setúbal está mais qualificada com melhore infraestruturas”, Maria das Dores Meira afirmou que “estão reunidas as condições para uma semana de grande convívio com o mar e com as coisas boas que só o nosso rio nos dá”.

A edil setubalense realçou ainda a forte relação que a autarquia mantém, hoje em dia, com a Administração do Porto de Setúbal (APSS), e que tem contribuído para o crescimento sustentado e para o desenvolvimento do sector turístico na cidade “Hoje, as administrações portuária e municipal partilham da visão sobre o que pode ser a convivência das funções económicas que habitam as margens ribeirinhas com as necessidades dos que procuram o rio para o lazer e outras actividades. Temos trabalho feito, sabemos por onde queremos ir e sabemos, acima de tudo, que é a cidade, na sua totalidade, que defendemos”. Maria das Dores Meira saudou o presidente da APSS “por ter sabido tem saído compreender aquela que também é a sua cidade e finalmente abrir as portas do porto”, e afirmou, que através da conjugação de esforços entre as suas entidades será possível concretizar o projecto da construção da marina, “um objectivo há muito perseguido”.

De entre as iniciativas incluídas no programa da Semana do Mar, a presidente da autarquia destacou as visitas aos navios Sagres, Creoula e Vera Cruz, o II Seminário Internacional “As cidades portuárias e a relação Porto-Cidade, o festival da ostra e as regatas de cruzeiros.
Estas foram actividades também enumeradas pelo presidente da APSS, Vítor Caldeirinha, que sublinha a importância da relação entre o município e a comunidade portuária. “Esta é uma parceria muito proveitosa e interessante. Ainda não temos todos os frutos, mas já temos muitas sementes, plantas e árvores”. Esta semana, frisou o responsável da APSS, será uma “mostra da atividade desenvolvida pelo Porto de Setúbal, nas suas várias vertentes, como a pesca, a náutica de recreio, a aquacultura e a indústria exportadora”.
Nas palavras de Vítor Caldeirinha, para a APSS é “uma honra ser co-organizadora de um evento desta natureza e poder dar o pontapé de saída nesta Semana do Mar que, de certeza, se vai prolongar, por muitos anos”.
Salientando a distinção de Setúbal como Cidade Europeia do Desporto em 2016, o presidente da APSS chamou ainda a atenção da empresas, clubes e associações para que levem as crianças aos baptismos de mar, incentivando-as a participar nas várias actividades desportivas

“Temos todas as condições para criar um porto de mini-cruzeiros”

Questionado sobre a possibilidade de Setúbal poder vir a ter um porto de cruzeiros, Vítor Caldeirinha afirmou “há fortes aspirações e condições para investir, através da criação de uma infraestrutura junto ao cais 3, mas, primeiramente, vincou o responsável, “precisamos de começar a mostra a nossa oferta. Já começamos o trabalho com a Associação Nacional de Cruzeiros e vamos participar, pela primeira vez, nas feiras”.
Um projecto desta relevância terá sempre, garantiu Vítor Caldeirinha, a colaboração da Câmara Municipal.
“Nunca se viu tanto investimento no nosso município como agora com esta administração que, tal como nós, tem a preocupação de virar a cidade ao rio. O porto de cruzeiros é benéfico para a cidade e para a actividade portuária. O nosso porto terá toda a visibilidade se trabalhar na sua plenitude e, por isso, temos de explorar todas as suas vertentes”, frisou Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal.