Professora de dança faleceu no Hospital do Barreiro

A cultura no Montijo ficou mais pobre. Anabela Gameiro, um dos principais nomes impulsionadores da arte da dança em Montijo, morreu no passado domingo, no Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro. Tinha 57 anos e, ao que apurou o DIÁRIO DA REGIÃO, deu entrada naquela unidade hospitalar com uma dor de estômago, acabando por falecer nesse próprio dia.

Era natural de Leiria, mas foi em Montijo que se instalou e projectou, há mais de três décadas, a arte da dança. Segundo a página “Montijo e Tanto Mar” na rede social Facebook, Anabela Gameiro iniciou o ensino de dança em colaboração com o antigo Clube Desportivo do Montijo, dando seguimento à actividade, enquanto professora de dança, noutro clube da cidade, o Palmeiras. Fundou, em Novembro de 1980, a “Escola de Dança de Anabela Gameiro”, na Rua do Norte, que, adianta ainda a página “Montijo e Tanto Mar”, iniciou actividade com 90 alunos, para ao fim de apenas seis meses contar logo com 200 aprendizes. Foi professora de dança de outro nome sonante do panorama artístico, a cantora montijense Dulce Pontes.