Alcácer do Sal está na expectativa de poder vir a contar, ainda este ano, com mais médicos cubanos. É que, já em setembro, Portugal deve receber mais clínicos de Cuba. Esta foi a informação transmitida por Johana Ruth Tablada de la Torre, embaixadora de Cuba em Portugal, a Vítor Proença, presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, numa visita realizada pela diplomata àquele concelho do Alentejo Litoral.

Visita da Embaixadora de Cuba a Alcácer do Sal

Alcácer do Sal é um dos municípios que já conta com a instalação de médicos cubanos e que veria com muitos bons olhos um reforço do número de clínicos que dispõe, de forma a apresentar a necessária capacidade de resposta à população na área da saúde, conforme admitiu o autarca a Johana de la Torre. “Vítor Proença disse que Alcácer do Sal necessita de pelo menos mais quatro médicos, dando conta à embaixadora da reunião que teve no dia 8 de abril com o secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde onde pediu soluções para a enorme carência de médicos de Medicina Geral e Familiar na região do Alentejo Litoral e concretamente no concelho de Alcácer do Sal”, revela o município, numa nota de imprensa.

Johana de la Torre fez, então, “um ponto de situação das negociações com o Governo para a vinda de mais médicos cubanos para Portugal”. “Possivelmente na primeira semana de junho, o júri português responsável pela seleção dos médicos deslocar-se-á a Cuba e, após todo o processo, podem vir para Portugal no mês de setembro mais clínicos cubanos”, avançou a embaixadora, citada na mesma nota do município.

Johana Ruth Tablada de la Torre agradeceu ainda ao presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, que também preside à Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL), “o acolhimento e o grande apoio dado aos médicos cubanos” na instalação destes no concelho e na região. Na resposta à embaixadora, Vítor Proença garantiu que “o município vai continuar a apoiar os médicos cubanos com a sua instalação, alojamento e transporte, no âmbito do acordo entre o Estado Português e o Governo de Cuba”.

A diplomata foi recebida ao meio-dia no Salão Nobre da Câmara Municipal por Vítor Proença e restante executivo camarário, pelo presidente da Assembleia Municipal e presidentes das juntas de freguesia. Após a receção, a embaixadora de Cuba visitou a Cripta Arqueológica do Castelo, património que elogiou classificando-o como “um dos locais mais bonitos que já visitou em Portugal”. Johana de la Torre teve ainda oportunidade de assistir a um filme sobre Alcácer do Sal, que classificou como uma “região com todas as condições para se afirmar nos vários setores”.