Ricardo Lopes Pereira

O arranque da preparação do Vitória para o embate de sábado, pelas 17 horas, frente ao União da Madeira ficou marcado pela ausência do médio Dani. O jogador, um dos melhores elementos em campo na partida de domingo da Taça de Portugal diante do Casa Pia, apresentou-se no Bonfim com algumas queixas musculares, acabando por não participar no treino de conjunto.

Apesar de não ter subido ao relvado, a condição física de Dani, que hoje será reavaliado pelo departamento médico, não inspira cuidados, devendo, à partida, ser opção para o treinador Quim Machado na recepção aos madeirenses. Na sessão, que voltou a contar com a presença de Gonçalo Duarte, defesa dos juniores, os titulares na partida de domingo em Pina Manique – à excepção do guarda-redes Ricardo e do lateral Nuno Pinto – fizeram treino de recuperação.

A manhã ficou marcada por um susto com o defesa Toni Gorupec, que teve de ser assistido no relvado. Numa discussão de bola, o croata sofreu uma entrada mais dura de Nuno Pinto e acabou estatelado no chão bastante queixoso. O aparato causado originou a interrupção momentânea do treino. Pouco depois, Gorupec, totalmente restabelecido, reintegrou a sessão.

Curiosamente, o lateral Nuno Pinto foi expulso frente ao Casa Pia e está impedido de dar o contributo aos vitorianos na recepção ao União da Madeira. Ruca perfila-se como principal candidato a ocupar a vaga de lateral- esquerdo deixada em aberto pela suspensão do colega na equipa liderada por Quim Machado.

Equipa veste-se de cor de laranja contra a violência

Para assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres,que se celebra hoje, a equipa do Vitória vai no sábado apresentar-se no Estádio do Bonfim vestida de cor de laranja, numa iniciativa denominada “Orange The World”. A campanha, promovida pela Organização das Nações Unidas, tem como objectivo alertar para a necessidade de denunciar casos de violência cometidos sobre as mulheres. A acção, promovida a nível mundial, começa hoje (dia em que se assinala o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres) e decorre durante 16 dias – até 10 de Dezembro –, data em que se celebra o Dia Internbacional dos Direitos Humanos.