Afastando a “névoa política” e os jogos de poder exercidos pelas manobras populares das campanhas partidárias, Portugal tenta assumir e preservar a sua relação indissociável com o mar, apostando numa sociedade conhecedora do mar e das artes náuticas, usando elementos de identificação que reflita a imaginação e o progresso nacional.

Os resultados da Expo’98 e o legado deixado por Portugal como o primeiro país europeu (e um dos primeiros a nível mundial) a apresentar um documento estratégico para os Oceanos, são engrandecidos pela Estratégia Nacional para o Mar, e na qual é salientada a “náutica de recreio” com um significado potencial de crescimento em Portugal.

Focamos sempre a nossa costa (3 mil quilómetros), e os cerca de 1,8 milhões de quilómetros quadrados ao lago da nossa costa, mas não podemos esquecer o berço do nascimento dos nossos descobrimentos, os estuários, os rios, e todos os corsos de água que ao mar se dirigem.

É aqui que a Península de Setúbal se destaca, pela imensidão e pela diversidade: banhada pelas águas do atlântico entre a Costa da Caparica e a região de Setúbal, Troia e mais a Sul, mas também pelo Estuário do Sado e a imensidão do Estuário do Tejo.

É notado um esforço na última década por parte dos municípios da nossa península, ao nível da aposta e identificação com o Mar, e onde posso destacar a autarquia de Almada, Sesimbra e Setúbal. Ao nível do Rio e estuário destaca-se Setúbal e também o Seixal pela sua forte aposta no movimento associativo e desporto náutico.
A ligação ao sistema de ensino e ao movimento associativo é um ponto importante e o qual pode ser completado pela aposta dos privados e centros de náutica, numa estreita ligação com as federações desportivas.

Convido todos os responsáveis pelos municípios da Península de Setúbal a potencializarem um gabinete de estudos e a promover uma conferência anual sobre como a forma de elevar a marca “Mar e Rio” como cartão de visita da nossa região.

Não custa tentar!
Fotografia de Gustty

The following two tabs change content below.

Ivo Quendera

Licenciado em Desporto

Últimos textos de Ivo Quendera (ver todos)