Caros leitores, perante um novo ano, que começou há pouco mais de quinze dias, gostaria de, em primeiro lugar, desejar que este ano da Cabra (segundo o horóscopo Chinês) se torne num ano de Paz, Harmonia e Tranquilidade para todos vós.

   

Estamos ainda a sair de uma época característica de muitos excessos, nomeadamente o alimentar, e por isso precisamos de algum tempo para nos recompormos. Foram as velhozes, as rabanadas, as azevias, as lampreias de ovos, o bolo-rei… e já para não falar, no bacalhau, no perú, nos assados, no marisco… enfim todas essas gulodices que estiveram à beira das mesas de alguns Portugueses. E, com tudo isto, os níveis de colesterol, de glicémia, de ácido úrico, etc., aumentam. Ficamos então prisioneiros de medicamentos e até mesmo de algumas dietas que tentam repor o equilibrio no nosso organismo. Não é um processo fácil, principalmente para os mais velhos. Então chega o momento que sentimos que precisamos de ajuda. Uma ajuda mais especializada, mas também mais próxima de nós. Mas, na realidade, esta necessidade de ajuda, não se confina à época natalícia, ela acaba por se alastrar ao longo de todo o ano, e por vezes, sem termos alternativas, acabamos por entupir as urgências dos hospitais, na busca incessante para as nossas mazelas. Assim, pensei que hoje, face a todo este contexto, seria pertinente falar, não de hospitais, nem de alimentação, mas sim de ajuda.

   

E foi com grande alegria que encontrei a TOTUSALUS.

   

Já ouviu falar na TOTUSALUS?

   

Pois é, até há bem pouco tempo, também era desconhecida para mim. A TOTUSALUS é uma associação sem fins lucrativos de apoio terapêutico e social que promove a ajuda direta a doentes e suas famílias, promove a informação e também a formação no que diz respeito a doenças crónicas, saúde e bem -estar. Dispõe de uma equipa multidisciplinar de profissionais da saúde e da área social, disponível para ajudar a quem a ela recorre, tendo como grande objectivo a integração social.

   
Segundo a sua presidente, Emiliana Querido, “a TOTUSALUS nasceu da vontade de quem experienciou a necessidade de um apoio terapêutico, integrador e pessoal mais aberto, permanente e solidário, quer enquanto doente, familiar ou quer enquanto profissional de saúde, perante condições de inadaptabilidade física, psicológica, profissional e social, devido a doenças socialmente constrangedoras.

 

Mas surgiu também devido à vontade de ajudar a construir uma sociedade mais saudável (ao nível social e ao nível individual), à necessidade de esclarecer o doente, a família e a comunidade em geral, acerca das temáticas da saúde e do bem-estar, de modo a permitir uma integração global e sustentável – quer nas práticas terapêuticas, quer na vida social.
   
 

Porque é importante que toda a comunidade esteja informada acerca da doença, mas também (e principalmente) acerca da saúde, o grande objetivo da TOTUSALUS é a formação e a divulgação de hábitos de vida saudáveis, de convívio tolerante e de abertura cívica”.

   

São diversos os apoios que esta associação presta à comunidade:

   

– Apoio a pessoas com obesidade “XL”;

   

– Apoio familiar permanente na área da Psicologia, Nutrição, Educação Especial, Apoio Terapêutico e acompanhamento na área Jurídica;

   

– Auto ajuda para diabéticos;

   

– Divulgação Escolar, através da colaboração com escolas realizando seminários, workshops, debates temáticos e demonstrações.
   
 
– Formação a Profissionais de saúde e a Agentes Sociais, disponibilizando formações específicas também através de seminários, workshops, debates temáticos e demonstrações.

   

E porque:

   

– viver em comunidade é acolher o outro, perceber o outro e integrar,

   

– uma sociedade inclusiva é uma sociedade com mais valor.

   

Esta associação definiu como sua missão:

1) Despertar momentos de empatia e compreensão;

   

2) Motivar pessoas para o conhecimento – de si e do outro;

3) Contribuir para uma sociedade mais saudável social e individualmente.

   

Webgrafia:

http://totusalus.org

The following two tabs change content below.

Margarida Martins

Presidente da Assembleia-geral da Associação Juvenil Odisseia
Fundadora da Associação Juvenil Odisseia em 1998 procurou dar uma resposta alternativa ao associativismo local. Licenciada em Psicologia, Mestrado em Orientação e Desenvolvimento da Carreira e Doutoramento em Excelência Empresarial, trabalha na área da educação há mais de 30 anos. A educação é o seu grande objectivo lutando para a adequação de estratégias perante os desafios do século XXI. No presente, encontra-se a participar no projeto nacional "A New Beginning for Portugal".

Últimos textos de Margarida Martins (ver todos)