O litoral alentejano é uma área que tal como outras, tem a sua história que tem evoluído ao longo dos tempos, e que importa preservar e divulgar, por forma a atrair o turismo, o qual é também um importante contributo para o crescimento da economia local.

Santiago do Cacém é uma cidade situada entre montes e vales, com duas zonas verdes que convidam a agradáveis momentos de lazer, um parque habitacional que se tem vindo a modernizar e onde das zonas mais elevadas, é possível alcançar a extensa costa marítima.

Mas o que torna as cidades atrativas aos visitantes, são também as ruas pelas quais os cidadãos poderão passear, o que no caso de Santiago do Cacém, transitar por algumas artérias da cidade, não é propriamente algo que seja muito agradável, tendo em conta a degradação existente nas mesmas.

Uma cidade com espaços culturais agradáveis, com ruínas romanas, com espaços verdes acolhedores e com uma vista privilegiada sobre um extenso manto verde que alcança o mar, é uma cidade cuja imagem descuidada poderá contribuir para o enfraquecimento da economia local.

Fotografia de Miguel Virkkunen Carvalho

The following two tabs change content below.

Américo Lourenço

Vigilante no Porto de Sines
Nascido em Lisboa a 29-06-1963, viveu a sua infância e adolescencia em S. Domingos de Benfica. Foi tripulante voluntário de um navio e na Expo 98, e outros acontecimentos. Vive em Sines desde 1992 onde colabora na área da segurança na estrutura portuária daquela cidade. Concluiu o 12º ano, e adquiriu o gosto pela leitura e pela escrita, e interessa-se pelas questões sociais, pelo debate de ideias, continuando a alimentar o sonho de um país melhor.

Últimos textos de Américo Lourenço (ver todos)