Comentários sobre empreendedorismo e demografia empresarial no município de Sesimbra.


O desenvolvimento regional passa em grande parte por uma aposta na dinamização empresarial dos territórios a qual muitas vezes depende da valorização dos recursos endógenos e dos produtos territorialmente intensivos. Naturalmente que estas dinâmicas estão muito associadas a um conjunto de aspetos de caráter social, económico, geográfico e de governança de cada território. O concelho de Sesimbra, localiza-se geograficamente a sudoeste da Península de Setúbal, com uma área de 194,98 quilómetros quadrados sendo limitado a norte pelos municípios de Almada e Seixal, a nordeste pelo Barreiro, a leste por Setúbal e a sul oeste pelo Oceano Atlântico. Esta característica de localização num extremo geográfico da Península de Setúbal (principalmente no caso das freguesias do Castelo e de Santiago) geraram ao longo dos séculos particularidades e especificidades que influenciaram as dinâmicas sociais, económicas e os modos de vida da população sesimbrense, as quais vincaram de forma genuína a identidade do seu povo. Pareceu-me assim ser interessante partilhar com os meus leitores alguns dados de natureza, principalmente económica relativa a este concelho, o qual ainda está pouco estudado e divulgado nesta dimensão. Fazendo um paralelo, talvez até possamos comparar Sesimbra na Península de Setúbal com Portugal na Europa, geograficamente periféricos, mas tendencialmente abertos, cosmopolitas, genuínos e voltados para o mar. A caracterização geral deste concelho em comparação com a Península de Setúbal, encontra-se descrita na Tabela 1. Verificando-se  que alguns indicadores mostram dinamismo, nomeadamente a % de jovens na população total, e a população ativa (%) superior à Península de Setúbal. E, ainda o índice de envelhecimento inferior ao registado na região.


 

Tabela 1. Caracterização geral do concelho de Sesimbra em comparação com a Península de Setúbal, 2012
Indicadores Sesimbra Península de Setúbal
População residente 50.276 7100.787
Densidade populacional 257.2 4100.0
Jovens (% da população total) 17,7 16,2
População em idade ativa (%) 66,1 65,1
Índice de envelhecimento (idosos por cada 100 jovens) 91,3 115,8
Sociedades constituídas 118 1871
Sociedades dissolvidas 72 1002

Fonte: Pordata



No que respeita ao tecido empresarial, Sesimbra possui um total de 4.542 empresas, que representam aproximadamente 6% das empresas da Península de Setúbal. Em dimensão o município concentra cerca de 6% das micro e pequenas empresas sedeadas na região, 4% das empresas de média dimensão e não regista a presença de grandes empresas. Será ainda relevante proceder a uma comparação com os concelhos vizinhos de Almada, Seixal, Barreiro e Setúbal, onde se pode verificar uma atividade empresarial bastante mais significativa, sendo Sesimbra o único concelho deste grupo que não regista a presença de empresas de grande dimensão, mas também onde o número de empresas de pequena ou média dimensão é mais reduzido em comparação. Os dados da Tabela 2, mostram que comparativamente aos concelhos limítrofes Sesimbra revela-se como um concelho menos empreendedor atendendo à perspetiva de criação/número de empresas.


Tabela 2. Empresas segundo a dimensão em Sesimbra, nos concelhos limítrofes e no distrito de Setúbal, 2012
Localidade Micro empresas (menos de 10 trabalhadores) Pequenas empresas (10-49 trabalhadores) Médias empresas (50-249 trabalhadores) Grandes empresas (+250 trabalhadores)
Sesimbra 4.426 106 10 0
Setúbal 10.843 284 49 9
Seixal 13.041 340 29 3
Barreiro 5.776 119 17 4
Almada 15.676 323 29 5
Total do distrito Setúbal 73208 1794 254 42

Fonte: Pordata; INE Sistema de contas integradas das empresas


Em termos de valor acrescentado bruto (VAB) em 2012, Sesimbra representa cerca de 3,9% no total da Península de Setúbal. Os setores que mais contribuam para o VAB são em termos comparativos com o total da Península de Setúbal as pescas, que representam 73% do total da Península, seguido pelo alojamento e restauração com 8,5% do total e a construção com 7,4% (ainda que se registe uma queda ao longo dos últimos anos neste setor). A Tabela 3 apresenta os dados considerando os setores mais relevantes do ponto de vista da dinâmica empresarial na região.


Tabela 3. VAB por setor em Sesimbra e na Península de Setúbal, 2012
Localidade Total Pescas Indústrias transformadoras Construção Comércio por grosso e retalho Alojamento e restauração
Sesimbra 148.693 9.113 10.295 18.219 18.711 8.602
Península de Setúbal 3.784.868 12.433 1.115.407 243.328 482.231 100.884

Fonte: Pordata



Os dados relativos à atividade empresarial bastante mais sóbria do que a registada nos concelhos vizinhos, podem, por um lado, mostrar a influência da geografia pouco atrativa para as empresas de maior dimensão. Mas, também indiciam a necessidade de desenvolver politicas públicas que promovam o dinamismo empresarial e facilitem a iniciativa privada das PME (Pequenas e Médias Empresas), ou seja a promoção de uma estratégia empreendedora regional que potencie a criação de riqueza suportada num novo modelo que promova a sustentabilidade e potencie a diferenciação da região e dos seus produtos e recursos endógenos. E, que paralelamente crie redes de contacto, parcerias e sinergias com os municípios vizinhos e com outros parceiros estratégicos. Torna-se cada vez mais premente encontrar a pérola que existe dentro da concha!


Fotografia de capa por chilangoco

The following two tabs change content below.

Luísa Carvalho

Professora na Universidade Aberta
Doutora em Gestão pela Universidade de Évora, Portugal. Professora na Universidade Aberta e professora convidada da Universidade de São Paulo – Brasil. Investigadora do Centro de Estudos de Formação Avançada em Gestão e Economia (CEFAGE) da Universidade de Évora. É autora de livros, capítulos de livros e diversos artigos em revistas nacionais e internacionais e membro de diversos projetos de investigação nacionais e internacionais.

Últimos textos de Luísa Carvalho (ver todos)