Sines foi uma vila cujo crescimento industrial tem feito deslocar milhares de pessoas de outros cantos do país, o que torna Sines num local de passagem, e onde largas centenas se têm fixado ao longo dos anos, o que fez com que o crescimento industrial e o aumento da população, tenham feito com que a Assembleia da Republica, se pronunciasse sobre a elevação de Sines a cidade, no dia 15 de Janeiro de 1997.


De facto como pólo industrial, Sines tem vindo a assistir a uma transformação ao longo dos anos, mas não o suficiente para que seja uma cidade atractiva, e que evite que sempre que se afigure oportuno, os cidadãos, se desloquem para outros lugares.


Não são raras as vezes que os cidadãos se debatem com falta de água, devido a rupturas que ocorrem na cidade, com a agravante de que vamos tendo uma cidade cheia de buracos, que decorrem do desgaste natural, mas também de obras feitas para a reparação dessas rupturas, e que não são devidamente reparados.


Depois de na gestão camarária anterior terem sido gastas verbas, sem que a imagem da cidade fosse melhorada no essencial, hoje assistimos a uma constante degradação.

Fotografia de capa por nmorao

The following two tabs change content below.

Américo Lourenço

Vigilante no Porto de Sines
Nascido em Lisboa a 29-06-1963, viveu a sua infância e adolescencia em S. Domingos de Benfica. Foi tripulante voluntário de um navio e na Expo 98, e outros acontecimentos. Vive em Sines desde 1992 onde colabora na área da segurança na estrutura portuária daquela cidade. Concluiu o 12º ano, e adquiriu o gosto pela leitura e pela escrita, e interessa-se pelas questões sociais, pelo debate de ideias, continuando a alimentar o sonho de um país melhor.

Últimos textos de Américo Lourenço (ver todos)