Este é o primeiro Ano Europeu consagrado às relações externas da UE e ao papel da Europa enquanto ator global. Será uma oportunidade para a Comissão Europeia explicar aos seus cidadãos como funciona a ajuda ao desenvolvimento e para demonstrar que produz efeitos concretos não só na vida dos beneficiários dessa ajuda, mas também na vida dos europeus.

   

2015 é também um ano de mudança nesta matéria. É o ano em que a comunidade internacional terá de convergir numa agenda única para a erradicação da pobreza e para o desenvolvimento sustentável para cumprir alguns dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio.

   

A União Europeia e os seus Estados-Membros são, em conjunto, o maior doador mundial de ajuda pública ao desenvolvimento. A ajuda europeia ao desenvolvimento é distribuída por cerca de 150 países no mundo.

   

Apesar de a crise económica na Europa ter forçado alguns países da UE a reduzir as suas verbas de ajuda ao desenvolvimento, o mais recente Eurobarómetro mostra que, surpreendentemente, 9 em cada 10 portugueses consideram importante a ajuda ao desenvolvimento. Poder-se-ia esperar, depois de termos sofrido as consequências de um plano de austeridade para reequilibrar as nossas finanças públicas, que as memórias de uma crise grave da qual ainda se sentem os efeitos, tivessem abalado o nosso empenho e compromisso relativamente à ajuda ao desenvolvimento.

   

Pelo contrário, os dados revelam que estamos hoje não só muito mais propensos a concordar com a ideia de que tal ajuda deve aumentar, como achamos que ela deve ir para além do que já foi prometido e que a erradicação da pobreza nos países mais necessitados acabará por ter uma influência positiva nos cidadãos da UE. É em resultados como este que transparece a força e a vontade inabalável de um país que, apesar de tudo, continua a representar ao mais alto nível os valores europeus de democracia, altruísmo e fraternidade.Fotografia de capa por Leandro’s World Tour

The following two tabs change content below.

Maria de Aires Soares

Chefe de Representação da Comissão Europeia em Portugal

Últimos textos de Maria de Aires Soares (ver todos)