Todos os estabelecimentos do pré-escolar e dos três ciclos do ensino básico realizam, às 09h30 e às 15h00, em simultâneo, o exercício, coordenado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros de Setúbal, que tem como objetivo medir a capacidade de resposta da comunidade escolar perante um cenário de catástrofe, com o envolvimento de alunos, docentes e pessoal não docente.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Setúbal, André Martins, acompanha a atividade na EB1/JI da Azeda, a partir das 15h00, desenvolvida no âmbito desta iniciativa que testa os planos de segurança escolar e procura aferir a dinâmica interna como resposta a uma situação de desastre,

Além do exercício, Setúbal assinala a 13 de outubro o Dia Internacional para a Redução de Catástrofes com um conjunto de outras atividades, incluindo a entrega de novos fardamentos e de uma viatura ligeira todo o terreno para o Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros.

A participação do vereador com o pelouro da Proteção Civil na Autarquia, Carlos Rabaçal, na conferência “Governança no Território”, no dia 15, no Panamá, é outra das atividades integradas no programa local, assim como a realização do EU SETEX – USAR 2015, entre os dias 20 e 22, exercício conjunto na área da busca e resgate.

O Dia Internacional para a Redução de Catástrofes foi criado em 1989 pela Assembleia-Geral das Nações Unidas com o objetivo de alertar os Estados para a necessidade de adoção de políticas que visem a prevenção e a redução de danos, humanos e materiais, diretamente causados pela ocorrência de fenómenos de origem natural.