A Câmara Municipal de Setúbal aprovou ontem, em reunião pública, a alteração à delimitação da ARU – Área de Reabilitação Urbana de Setúbal, com o alargamento dos limites a toda a zona do centro histórico e à frente ribeirinha da cidade.

Com a alteração, a ARU – Área de Reabilitação Urbana de Setúbal passa agora a incorporar todo o limite do centro histórico e zonas envolventes homogéneas, com o intuito de incluir o conjunto de baluartes existentes nas muralhas seiscentistas, classificadas como Monumento de Interesse Público.

A deliberação camarária determina, igualmente, o alargamento a sul dos limites estabelecidos em 2013 para a ARU de Setúbal, com a nova delimitação a abranger a totalidade da frente ribeirinha, com o objetivo de potenciar a estratégia camarária de aproximar a cidade e o rio.

Já os limites da ARU de Azeitão mantêm-se inalterados, assim como o conjunto de direitos e deveres associados a incentivos e benefícios atribuídos a proprietários privados com imóveis localizados na zona de intervenção das ARU – Área de Reabilitação Urbana para Setúbal e Azeitão.

Incentivos fiscais e minorações de taxas municipais são algumas das várias vantagens proporcionadas pela Câmara Municipal de Setúbal aos proprietários que recuperem imóveis nos centros históricos da cidade e de Azeitão no âmbito das ARU – Área de Reabilitação Urbana para Setúbal e Azeitão.

O texto sublinha ainda que “o ciclo iniciado pela primeira delimitação das áreas de reabilitação urbana se encontra cada vez mais fundamentado”, pelo que a atual ampliação da ARU de Setúbal é justificada com o prosseguimento da “estratégia coesa de regeneração, revitalização e reabilitação” da cidade.