No dia 28 de setembro, o presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, convidou a comunicação social a visitar a obra do novo Cais dos Pescadores. O autarca esclareceu os jornalistas sobre a obra em curso, cuja conclusão está prevista para final de novembro.

O novo Cais dos pescadores tem como entidade promotora a Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense (SCUPA). A obra conta com 494.820,00 euros de financiamento do PROMAR – Programa Operacional Pesca 2013-2017. A Câmara Municipal do Montijo realizou, ainda, um protocolo de colaboração com a SCUPA no valor de 113.825, 00 euros, que foi aprovado por unanimidade na reunião de câmara de 8 de julho de 2015.

Nuno Canta referiu que a obra “ tem em vista o desenvolvimento da atividade piscatória no Montijo. Nós temos ao longo dos tempos perdido muitos pescadores profissionais mas, recentemente, tem havido uma nova aposta nesta atividade”.

O novo cais vai permitir que os pescadores profissionais do Montijo passem a ter um espaço para acostar       e trabalhar, esclareceu o presidente, acrescentando que “é a primeira vez na história desta terra que há a construção de um cais para os pescadores, por isso nós trabalhamos com a SCUPA uma associação cooperativa centenária que sempre esteve ligada à pesca”.

O autarca esclareceu ainda que o Cais de Pesca do Montijo servirá ainda para salvaguardar as ruinas do moinho ali existentes e enquadra-se na pretensão do Município do Montijo em dar continuidade à reconversão e requalificação da frente ribeirinha da cidade sendo, simultaneamente, uma obra que permite manter a história e a identidade daquele local, preservando e valorizando o património e a cultura piscatória do Montijo.

A infraestrutura do Cais de Pesca tem uma área total de intervenção de 5.321,00m2 com espaço para a acostagem de 12 a 16 embarcações, em simultâneo, incluindo uma rampa de varadouro. A organização do espaço prevê uma área destinada à integração de instalações de apoio individuais para guardar os aprestos de pesca, assim como instalações sanitárias.