A Câmara Municipal de Santiago do Cacém lamenta não ter sido informada, atempadamente, sobre a visita de Sua Excelência o Ministro da Saúde, Dr. Paulo Macedo, ao Hospital do Litoral Alentejano, que ocorreu na manhã de hoje, dia 14 de agosto.

Com efeito, a autarquia apenas tomou conhecimento da referida visita no dia de hoje, não dando qualquer possibilidade ao executivo municipal, em tempo útil, de se fazer representar, ainda que na informação veiculada pelo Gabinete do Dr. Paulo Macedo não fosse feito qualquer convite ao Sr. Presidente da Câmara Municipal para acompanhar a comitiva.

Esta teria sido, certamente, uma oportunidade para relembrar o Sr. Ministro da Saúde de um conjunto de preocupações que afetam utentes e profissionais de saúde, não só no Hospital do Litoral Alentejano, como também noutras extensões de saúde do Município, com graves prejuízos para as populações, que se debatem com o agravamento de vários problemas relacionados com a falta de médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, a diminuição dos cuidados de saúde primários e hospitalares, o encerramento de algumas extensões no Município e os já conhecidos problemas no Hospital do Litoral Alentejano.

A Câmara Municipal lamenta o sucedido e assegura que tudo continuará a fazer no sentido de reivindicar mais e melhores condições para utentes e profissionais de saúde.