As tradicionais Festas de Santa Maria regressam este ano a Ermidas-Sado, de 12 a 16 de agosto, com a sua 21.ª edição. Mais de um milhão de flores feitas em papel, de todas as cores e formas, enfeitam as ruas desta vila centenária do Município de Santiago do Cacém, numa organização da Comissão de Festas de Santa Maria (COFESMAR).

Como não poderia deixar de ser, “a temática das Festas deste ano é alusiva ao Centenário de Ermidas-Sado”, sublinha Miguel Segundo, da COFESMAR. O responsável destaca “o envolvimento da comunidade” na organização de mais uma edição destas festas populares já com grande tradição. As comemorações estão a ser preparadas desde março pelos habitantes, que se juntam em garagens, armazéns e até nas suas próprias casas, para, em conjunto, manufaturarem as flores que vão enfeitar as principais artérias da vila de Ermidas-Sado, fazendo jus ao lema “A arte em um milhão de flores de papel”, que fomenta o convívio entre ermidenses de várias gerações.

Esta é 21.ª edição das Festas de Santa Maria, que são um símbolo das festas tradicionais no Município e um símbolo da identidade e paixão dos ermidenses. Durante os cinco dias de festa, os visitantes poderão assistir a concertos, participar em workshops e visitar os bares e tasquinhas, existindo ainda atividades destinadas aos mais novos. 

No cartaz musical, grande destaque para Os Anjos, no sábado, e para a fadista Joana Amendoeira, logo na quinta-feira. As noites são todas temáticas: noite alentejana (dia 12), noite do emigrante (dia 13), noite jovem (dia 14), noite surpresa (dia 15) e noite COFESMAR (dia 16). Realce também, na manhã do dia 15, para a solene eucaristia, em honra de Nossa Senhora da Conceição (padroeira da vila de Ermidas-Sado), seguida de procissão, que será acompanhada pela Banda Lira Cercalense.
As Festas de Santa Maria prometem, uma vez mais, não deixar ninguém indiferente e trazer muitas surpresas ao longo dos cinco dias.