Mais de duzentos e vinte representantes de órgãos representativos dos trabalhadores no Distrito de Setúbal decidiram dar o seu apoio à CDU no próximo acto eleitoral de 4 de outubro.

Dirigentes e delegados sindicais, membros de comissões e subcomissões de trabalhadores e membros de comissões de saúde e segurança no trabalho reconhecem na CDU-PCP/PEV a única força política sempre solidária com a luta dos trabalhadores, interveniente na defesa dos direitos de quem trabalha. Confiam o seu voto à CDU, considerando que este é o único voto útil para servir os seus interesses e aspirações, o único voto que permite uma verdadeira mudança de políticas.

As próximas Eleições Legislativas de 4 de outubro são uma oportunidade de afirmar uma alternativa política, patriótica e de esquerda vinculada aos valores de Abril e a ruptura com a política de
exploração que PS, PSD e CDS-PP promoveram nos últimos anos através dos cortes nos salários e nos dias de férias, feriados e horas extras, aumento do horário de trabalho, da carga fiscal, ataque ao direito ao emprego e à segurança no emprego, desregulamentação e precariedade, liquidação de da contratação coletiva.

De entre as medidas urgentes propostas pela CDU, destaca-se o aumento do Salário Mínimo Nacional para €600,00 no início de 2016, a reposição imediata e integral de vencimentos, subsídios, pensões e complementos retirados aos trabalhadores da Administração Pública e do Sector Empresarial do Estado e a implementação do Programa Nacional de Combate à Precariedade e ao Trabalho Ilegal.