A Oficina Móvel “O Engenhocas”, um serviço gratuito da Câmara Municipal de Santiago do Cacém que visa auxiliar pequenas reparações domésticas, arrancou oficialmente no dia 18 de abril, com uma intervenção no Cercal do Alentejo, na presença do Presidente da CMSC, Álvaro Beijinha, e do Presidente da Junta de Freguesia, António Albino.

Genoveva Gonçalves, de 76 anos, foi a primeira a beneficiar do serviço, com reparações na porta principal da casa, noutra porta no quintal e ainda na casa de banho, tendo ficado “muito agradada e surpreendida” pela intervenção, que “não pensava que acontecesse tão rápida”.

Álvaro Beijinha destaca “mais uma resposta social que o Município está a dar, neste caso respondendo a pessoas fundamentalmente idosas, com mais de 65 anos, que não tenham recursos financeiros para dar resposta a um conjunto de pequenos problemas que tenham na sua habitação”. O Presidente da CMSC explica o surgimento do projeto: “foi uma candidatura que fizemos à Fundação EDP. Tivemos sucesso e agora estamos a dar os primeiros passos. Será seguramente uma resposta interessante para muitas pessoas. Às vezes não é só a falta de recursos, é mesmo a dificuldade em encontrar o chamado ‘biscateiro”, que percebe de quase tudo. Tenho a certeza que o nosso funcionário da Câmara, que é um homem ‘faz-tudo’ – ele próprio um engenhocas – responderá sempre de uma forma muito profissional”.

A expectativa é grande para o futuro próximo e Álvaro Beijinha mostra-se confiante. “Estamos a dar os primeiros passos. Estou convicto de que dentro de muito pouco tempo o número de pedidos vai certamente multiplicar-se. Esperamos que, depois, a Câmara possa dar resposta a todas essas solicitações. Queremos que esta resposta chegue a todo o Município, que sabemos que é muito grande e com algum peso na população com mais de 65 anos, mas acreditamos que vamos chegar a todo o lado, até pela parceria com as Juntas de Freguesia e com as instituições de caráter social. Vamos conseguir dar resposta a todas essas pessoas”.

A Oficina Móvel “O Engenhocas” é um serviço gratuito da Câmara Municipal que visa auxiliar pequenas reparações domésticas nas áreas da carpintaria, eletricidade, serralharia, canalização e serviço de pedreiro, efetuadas por um funcionário da autarquia, que se desloca numa viatura devidamente equipada e preparada para o efeito. Podem ser beneficiários deste serviço os munícipes com idade igual ou superior a 65 anos; acamados; portadores de deficiência ou incapacidade igual ou superior a 70%; isentos das taxas moderadoras do Serviço Nacional de Saúde, por insuficiência económica.