O Município de Palmela inaugurou, no dia 1 de julho, o CROA – Centro de Recolha Oficial de Animais, um equipamento moderno e totalmente equipado para garantir todas as condições de bem-estar aos animais errantes recolhidos, um investimento da autarquia no valor de 133 mil euros que vem preencher uma necessidade há muito sentida no concelho e representa mais um compromisso de mandato cumprido.

Com uma área de cerca de 240m2, o edifício tem capacidade para 12 compartimentos para alojamento de cães, gatil, maternidade, enfermaria, zona de quarentena, sala de atos médicos, gabinete veterinário, sala de higienização e outras instalações de serviço. Possui, ainda, instalações destinadas ao público, melhorando as condições de acolhimento aos visitantes.

Recorde-se que, em 2015, a Câmara estabeleceu parcerias com clínicas, por forma a que os animais adotados no canil sejam previamente esterilizados, sem custos para os adotantes. Trata-se de uma medida de controlo populacional de animais errantes que a autarquia está empenhada em implementar, a par de outras medidas de promoção do bem-estar e adoção.

Na cerimónia de inauguração do CROA, o Presidente da Câmara, Álvaro Balseiro Amaro, fez o reconhecimento público das «organizações formais e informais de defesa dos animais, cidadãos e cidadãs que contribuem, na medida das suas possibilidades, nas ações de recolha de alimentos e outros bens necessários para as associações que os acolhem, parceiros indispensáveis». Com a entrada em vigor da nova legislação relativa a esta matéria, a autarquia reforçou, ainda, a colaboração entre os serviços municipais e o SEPNA, Serviço de Proteção da Natureza, para maximizar a ação de defesa dos direitos dos animais.