Encerraram na passada sexta-feira, 28 de agosto, os Campos de Férias de Verão do CEA – Centro de Educação Ambiental da Mata da Machada e Sapal do Rio Coina. Para trás ficaram dez semanas consecutivas de animação e aprendizagem para dezenas de crianças entre os seis e os 12 anos. Divididos em cinco quinzenas, de 22 de junho até 28 de agosto, os participantes foram, diariamente, estimulados com iniciativas relacionadas com a proteção do ambiente.

No encerramento destas ‘férias’ marcaram presença os vereadores da Câmara Municipal do Barreiro (CMB) Bruno Vitorino e Sónia Lobo.

Bruno Vitorino, vereador responsável pelo CEA e pela Reserva Natural Local do Sapal do Rio Coina e Mata Nacional da Machada, aproveitou a oportunidade para realçar que estes Campos de Férias têm um acentuado caráter pedagógico na área da sustentabilidade ambiental. “Queremos que os nossos participantes se divirtam mas ao mesmo tempo que aprendam”, referiu, acrescentando que são trabalhadas ao longo das quinzenas as vertentes da sustentabilidade, da proteção da natureza, da energia, e dos recursos naturais como a água, “procurando com isso uma diversidade de jogos e de atividades enriquecedoras para todos”.

Em relação ao futuro o vereador revelou estarem criadas as condições formais para intervir no património edificado existente na mata. “Assinámos um protocolo com o ICNF e vamos começar a investir na conservação desse património, conforme as possibilidades financeiras o permitam. Como primeira medida iremos criar balneários e casas de banho públicas para os frequentadores da mata”, afirmou.

Bruno Vitorino agradeceu, ainda, a confiança de pais e avós ao deixarem as suas crianças ‘connosco’ durante todas estas semanas. “Foi a primeira vez que os Campos de Férias estiveram completamente cheios mas com alguma ginástica orçamental foi possível não deixar ninguém em lista de espera”.

Sónia Lobo, Vereadora responsável pela Gestão e Administração Geral da CMB salientou a importância do espaço Mata Nacional da Machada como ‘único ‘ e ‘ímpar’ na região. Congratulou-se pelo facto do mesmo poder ser usufruído por centenas de crianças que aqui brincam e consolidam conhecimentos relacionados com a natureza. “Com todas as limitações financeiras existentes, temos procurado melhorar as condições de vida da população” afirmou a Vereadora que salientou o trabalho concretizado nas frentes ribeirinhas do concelho e o investimento feito ao nível das redes de água e do saneamento do Concelho, com vantagens claras para os rios e para as populações. “Queremos ter um concelho onde possamos trabalhar, usufruir e viver com a maior dignidade possível” concluiu.

Se for caminhar na mata peça o mapa de orientação no Centro de Educação Ambiental. Para mais informações ligue Linha Verde (gratuita) – 800 912 070 e/ou 21 206 80 63.

CMB