A recriação do Banho de São Romão promete ser, à semelhança das edições passadas, o ponto alto dos três dias de festa (7, 8 e 9 de agosto) na Costa de Santo André, este ano junto ao Hotel Apartamentos Al Tarik. A organização é da Junta de Freguesia de Santo André, que tem na Festa de São Romão a sua maior iniciativa anual, que recebe o apoio da CMSC.

O dia 9 de agosto era, até meados do século passado, o único dia do ano em que a população do interior do Município vinha à praia. “No final da faina agrícola, a população juntava-se, vinham em carroças, traziam as melancias, os seus farnéis, as mantas para fazer sombra, as bestas, etc, e iam a banhos. Era um dia de festa”, explica Jaime Cáceres, Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, que assegura aos visitantes que poderão “ver algo de diferente, com as pessoas trajadas a rigor, ‘à época’. Os homens arregaçavam as calças, as mulheres as saias e molhavam as pernas. Era assim que as coisas se processavam nesse tempo”. É essa tradição que o Grupo de Dança Típica da Queimada – Valinho da Estrada vai recriar nos dias 8 e 9 de agosto, às 12h00, antecedido de um desfile etnográfico. Estes serão os pontos altos do fim de semana, que vai incluir aulas de zumba, bailes, atuações de grupos e DJ’s locais e regionais, exposições e venda de artesanato, frutas e doçarias da região, quermesse, entre outras surpresas. “É uma festa que diz muito à população da freguesia, principalmente aos habitantes da Costa de Santo André”, sublinha Jaime Cáceres.