A Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva está a festejar 30 anos de atividade ao serviço da leitura, da informação, da educação, da cultura e da cidadania da comunidade montijense. As comemorações tiveram início no dia 28 de setembro com a inauguração da exposição Aconteceu há 30 anos: nascimento da Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva. Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, realçou que “a biblioteca pública em Montijo tem uma história muito rica: desde a primeira referência no Plano de Atividades e Orçamento Municipal de 1963, passando pela decisão da adaptação da Casa dos Magistrados para biblioteca pública, pela contratação da trabalhadora Georgina Miranda para organização da futura biblioteca, até a abertura da Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva, em 1985”.“A este percurso de 30 anos está associado um nome incontornável que merece hoje uma referência muito especial: Manuel Giraldes da Silva. Todo o seu rico espólio é legado em 1969 à câmara numa carta escrita pelo próprio, onde afirma e cito ‘dá me um conforto intimo sentir que posso ser útil aos filhos da minha terra e aos que nela vivem’”, acrescentou Nuno Canta.

O presidente afirmou que a “câmara tem procurado colocar em evidência a importância essencial da sua Biblioteca Pública para um trabalho cultural sólido no Montijo”, acrescentando que o 30.º aniversário da Biblioteca “marca um novo passo na sua modernização com a automatização do catálogo da biblioteca, do empréstimo ao domicílio e a digitalização online de publicações periódicas. Trata-se de um novo ciclo que, estamos certos, irá contribuir para a melhoria do serviço aos munícipes”. Para além da inauguração da exposição, neste dia de aniversário da Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva uma nota de destaque para a poesia.

Georgina Miranda, funcionária da biblioteca, leu o poema “Amanheceu Cidade” de José Joaquim Mota Caria, uma homenagem à cidade do Montijo. Maria Beatriz, neta mais velha de Manuel Giraldes da Silva, leu “Balada da Minha Torre”, um poema da autoria do seu avô, onde os livros, a sua importância e beleza são os protagonistas. Recorde-se que a exposição Aconteceu há 30 anos: nascimento da Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva estará patente até 13 de novembro. Esta é a primeira parte de três exposições que contam o percurso da Biblioteca Municipal, desde o período republicano até aos dias de hoje.Até setembro de 2016, a Câmara Municipal do Montijo vai estar a celebrar os 30 anos de abertura ao público da Biblioteca Manuel Giraldes da Silva.