A entrada em funcionamento de uma nova unidade para Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) em Ermidas-Sado, no Município de Santiago do Cacém, vai ser uma realidade até ao final do ano, num investimento de um milhão de euros da Ambilital, entidade gestora do aterro sanitário.

A Ambilital, empresa intermunicipal gestora dos RSU de sete municípios alentejanos (Santiago do Cacém, Sines, Odemira, Grândola, Alcácer do Sal, Ferreira do Alentejo e Aljustrel), vai investir cerca de um milhão de euros na nova unidade para depósito deste tipo de resíduos, com 4,3 hectares, para substituir o atual aterro sanitário, em fim de vida.

As atuais instalações da Ambilital recebem uma média anual de 60 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos e de 4,5 mil toneladas de materiais recicláveis, recolhidas nos sete municípios servidos pela empresa, onde residem cerca de 115 mil habitantes.