Paula Santos

Out 0
Out 0

Mantém-se os problemas nas escolas do distrito

Apesar de o ano letivo ter iniciado uma semana mais tarde por decisão do governo (para procurar evitar a ocorrência de uma situação caótica como a que se verificou no ano passado) está longe de ter iniciado com “normalidade”. No Distrito de Setúbal continuam por resolver inúmeros problemas que não trazem normalidade à Escola Pública, muito pelo contrário, constituem elementos de grande instabilidade no funcionamento das escolas e não garantem …   Ler

Set 0
Set 0

Desenvolvimento Integrado e Sustentado do Distrito de Setúbal

Se há Distrito onde as consequências da política de direita são bem visíveis é no Distrito de Setúbal. PS, PSD e CDS-PP são os responsáveis pela destruição de postos de trabalho e da atividade produtiva, pela redução brutal do investimento público, pelas privatizações, pelo ataque às funções sociais do Estado e aos serviços públicos. Tal como no país, o desemprego, a precariedade, os baixos salários, a emigração forçada são verdadeiras …   Ler

Jul 0
Jul 0

É justo o horário de trabalho das 35 horas?

1. Os trabalhadores da Administração Pública lutam pelo horário de trabalho das 35 horas. A imposição das 40 horas de trabalho por PSD e CDS-PP insere-se na política de exploração e de retirada de direitos aos trabalhadores. No Projeto de Lei do PCP que propõe reposição do horário de trabalho de 35 horas diz que: “Os avanços civilizacionais nos domínios técnicos e científicos permitem que hoje se possa produzir mais, …   Ler

Mai 0
Mai 0

A situação dos trabalhadores do Parque da AutoEuropa

Nesta semana, no âmbito do contacto dos eleitos comunistas na Assembleia da República com a realidade local do Distrito de Setúbal, o PCP realizou um encontro com as organizações representativas dos trabalhadores das empresas do Parque da AutoEuropa e da AutoEuropa. Fala-se muitas vezes da AutoEuropa, mas raramente há uma referência à situação dos trabalhadores e das empresas do Parque da AutoEuropa. Atualmente o Parque da AutoEuropa tem cerca de …   Ler

Abr 0
Abr 0

Renda (Des)Apoiada

Contrariamente à expetativa criada pelo Governo e pelos partidos que o suportam, PSD e CDS-PP e aos compromissos que assumiram na Assembleia da República, a nova lei da renda apoiada não trouxe melhorias significativas para os moradores em habitações sociais, como em muitos aspetos até piorou. A introdução de critérios com justiça fiscal, como prometido, ficou-se pelas palavras. A nova lei conduz a elevados valores de renda, insuportáveis para os …   Ler

Abr 0
Abr 0

Pela autonomia do Poder Local Democrático

A 27 e 28 de março decorreu no Distrito de Setúbal, em Tróia no Concelho de Grândola, o Congresso da Associação Nacional dos Municípios Portugueses. Um congresso que se debruçou sobre os ataques ao Poder Local Democrático protagonizados pelos Governo, em particular pelo atual Governo PSD/CDS-PP. Um congresso que ficou marcado por um amplo consenso em torno da defesa da autonomia do Poder Local Democrático, da alocação dos recursos às …   Ler

Mar 0
Mar 0

Moradores de Azeitão podem perder as suas habitações

41 Famílias residentes em habitações da Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bairro dos Trabalhadores, em Azeitão, vivem em sobressalto com a possibilidade de perderem as suas habitações, que pagaram durante 25 anos, muitas vezes com um enorme esforço. Agora, devido à insolvência da cooperativa, de que não têm nenhuma responsabilidade, podem vir a perder as suas habitações. O processo judicial está em curso. As habitações integram a massa insolvente …   Ler

Fev 0
Fev 0

A luta pelas 35 horas continua

No passado dia 30 de janeiro os trabalhadores da administração local do Distrito de Setúbal estiveram em luta pelas 35 horas de trabalho, junto ao Ministério das Finanças, fechando uma semana de luta dos trabalhadores da administração local a nível nacional. É inaceitável que o Governo faça tábua rasa do direito à contratação coletiva, assim como da autonomia do Poder Local Democrático e não proceda ao depósito e à publicação …   Ler

Jan 0
Jan 0

Caos nas urgências hospitalares tem responsáveis – o Governo e a política de direita

No período do Natal e do Ano Novo o país foi novamente confrontado com inúmeras situações anómalas nas urgências dos hospitais portugueses devido à carência de profissionais de saúde e que se traduziu em elevados tempos de espera, tendo a ausência de assistência levado mesmo à morte de pessoas.     O que se passou nas urgências hospitalares não se trata de situações pontuais. Devido à enorme falta de profissionais …   Ler

Dez 0
Dez 0

Despedimentos na Segurança Social

Dos quase 700 trabalhadores da Segurança Social que o Governo se prepara para despedir, 89 são do Centro Distrital da Segurança Social de Setúbal. Sim, despedir, porque a designação pomposa de requalificação, mais não é, do que a antecâmara para o despedimento. Os trabalhadores mais antigos, ex nomeados, ficam na requalificação na primeira fase com 60% do salário e passado um ano recebem apenas 40% do salário. Já os trabalhadores …   Ler

voltar ao topo ▲