Conceição Pereira

Set 0
Set 0

Mare Nostrum

O Mare Nostrum, – O Mar Mediterrâneo-, tem sido palco de inúmeras atividades, sejam elas bélicas, sejam selas comerciais. Povos como os Fenícios, Gregos e Romanos, atravessaram as suas águas em busca de novas oportunidades. Nós fomos a saída para o Atlântico. E agora a a Síria. È difícil entender lutas fratricidas, com tantos grupos fundamentalistas. È também interessante ver como a Alemanha, país derrotado na II Guerra Mundial e …   Ler

Ago 0
Ago 0

Viver com e em família

Em agosto é sempre verão. Por muitas voltas que o mundo dê, vai-se sempre parar ao bikini ou ao fato de banho. Os raios solares são inevitáveis e de tanta publicidade, anúncios, polémica, raiva, há já pessoas a ingerirem comprimidos de vitamina D por apresentarem insuficiência desta vitamina. O sol é necessário e só faz mal, quando em vez “de criar, seca”. Hidrate-se e use protetor solar, pala além dum …   Ler

Jul 0
Jul 0

Viver com e em família

Em agosto é sempre Verão. Por muitas voltas que o Mundo dê, vai-se sempre parar ao bikini ou ao fato-de-banho. Os raios solares são inevitáveis e de tanta publicidade, anúncios, polémica, raiva, há já pessoas a ingerirem comprimidos de vitamina D por apresentarem insuficiência desta vitamina. O Sol é necessário e só faz mal, quando em vez “de criar, seca”. Hidrate-se e use protetor solar, pala além dum chapéu e …   Ler

Jun 0
Jun 0

Cruzados

Neste tempo de festas populares, o tempo não ajudou. Deu-nos dores de cabeça, ansiedades, e nervosismos, Foi uma seca! Contudo, no passado fim-de-semana, tive a sorte de ouvir mais uma vez o grupo “Cruzados”. Foi na Ritália e Bocage, e adorei todo o espetáculo e energia que eles transmitem. Fazendo a ponte entre os anos 80 e a atualidade , têm um público diversificado, desde as crianças até aos cinquentões, …   Ler

Mai 0
Mai 0

A violência na juventude

Como imagens televisivas recentemente divulgaram, a violência entre os jovens, grassa a passos largos para a construção duma sociedade mais violenta, menos tolerante e mais embutida de valores intrinsecamente miseráveis. Há aqui uma ideia que enquanto gestora do gabinete de Apoio á vítima de Setúbal da APAV, já havia há 10 anos que não fazia sentido: a violência no namoro era normal e consistia em fazer transparecer carinho. Os jovens …   Ler

Abr 0
Abr 0

Em nome da liberdade

Quantas coisas se modificaram desde o 25 de Abril…principalmente no que respeita à educação. Houve uma clara degradação do papel e da imagem do professor e da qualidade de trabalho relativamente ao ensino. Continuam os sonhadores e aqueles que não podem sair do sistema. Quanto aos alunos, esperam por melhores dias de Dom Sebastião, queira a bruma queira vir ou não. A figura do professor que era tão respeitada enquanto …   Ler

Jan 0
Jan 0

No carnaval tudo vale

As crianças adoram o Carnaval. Na minha infância, eu e o meu irmão transformávamos a nossa sala de estar num cortejo carnavalesco, com fitas e papelinhos, acompanhados pela música do gira-discos, antigo e roufenho, que berrava canções brasileiras. Saltávamos de sofá em sofá e gritávamos, vestidos com roupas dos nossos pais ou de outros familiares.     Na rua, víamos o cortejo de Carnaval, que passava pela Avenida Luisa Todi …   Ler

Dez 0
Dez 0

Um novo começo de um ano

A Socialização que se inicia na família, prossegue durante toda a nossa vida, sem ocultar nenhum aspecto. É curioso, como tomamos certos caminhos de percursos assumidos como coisas anónimas ou contadas ao vento. Sempre que temos coisas para relatarmos aos nossos sobrinhos, netos ou bisnetos, fazemo-lo com carinho e com a importância de quem já viveu muito para poder ser melhor ou maior do que outros mais pequenos.     …   Ler

voltar ao topo ▲